0,00001

fim de tarde de inverno na praça do pôr do sol, alto de Pinheiros, São Paulo, por Ricardo Imaeda

fim de tarde de inverno na praça do pôr do sol, alto de Pinheiros, São Paulo, por Ricardo Imaeda

[ao som de ‘Só nos resta viver’, de Ângela RôRô, na voz de Rômulo Froes]

Sei que os problemas de sempre vão recobrir o chão daqui a algumas horas. Com seus estreitos, rasos, alarmes sem compostura. E que há outros mundos de novas possibilidades mas fora de meu alcance, que volta e meia descubro assim, longe de braçadas.

Os outros conversam. Um artista amador, fotógrafos amadores se movimentam. Alguém lê, talvez acredite. Todos esperam. Deixam suspensas as aflições dentro, seu barulho incomoda.

Talvez as rodas sigam o roteiro. E as pessoas, o destino. Vieram de fundos diferentes, histórias paralelas, divergentes. Não conheço nada. Só o instante que passa.

Anúncios

Sobre Ricardo Imaeda

Um amigo. Em passagem por terras estranhas, imigrante nativo. Tem aprendido com todas as formas de vida. Gosta de cidades e montanhas, árvores e culturas. Anda por um caminho temperado pelo zen, na incerteza de cada dia. Escreve para compreender, para encontrar.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para 0,00001

  1. alanyson disse:

    Estava ansioso por uma nova publicação sua!
    Talvez eu esteja na mesma. Nada compreendo do todo, talvez só esse pequeno percentual do instante atual, que parece pouco, dentro da minha ilusão de uma vida.

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s