Int. Ext.

biblioteca Alceu de Amoroso Lima, em Pinheiros, São Paulo, por R.I.

biblioteca Alceu de Amoroso Lima, em Pinheiros, São Paulo, por R.I.

Se a vida é tão frágil e a morte, inescapável, só nos resta tentar compreendê-la a meio caminho, em algum ponto parado, quando parece que não vai chover nem ventar.

Foram dias, semanas, envolvido com vidas fictícias, gestos possíveis, falas quase verdadeiras. Criar roteiros de filmes ou escrever contos é uma aventura desperta, uma realidade vestida de imaginação. Um mirante com joysticks e jukeboxes. Que deixa saudade quando afinal é preciso partir. Mas esses personagens me ensinaram outras formas de pensar e agir. E os enredos, com estrutura meio-fim, apontaram soluções não previstas, iluminaram cantos perdidos.

O que separa o ficcional do terrestre?

Escrevi cenas movido por canções que conheci de um argumento vindo andando pelas ruas de minha cidade. Conheci filmes distantes no tempo e espaço, vizinhos na alma e pulso. Na conversa quieta com tantos fantasmas o silêncio em vozes cogita cantar.

Onde foi que essa história me deixou?

Anúncios

Sobre Ricardo Imaeda

Um amigo. Em passagem por terras estranhas, imigrante nativo. Tem aprendido com todas as formas de vida. Gosta de cidades e montanhas, árvores e culturas. Anda por um caminho temperado pelo zen, na incerteza de cada dia. Escreve para compreender, para encontrar.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Int. Ext.

  1. Rodrigo disse:

    Esta história te deixou ainda mais criativo, na minha opinião!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s