Lançado ao vento

IMGP7262a

[ao som de ‘We’re all alone’, de Boz Scaggs, na voz de Rita Coolidge]

 

Não deixa de ser uma surpresa ver num dos toca-discos da exposição sobre Mafalda, na Praça das Artes, em São Paulo, o compacto simples de Rita Coolidge com ‘We’re all alone’ (ainda que grafado em espanhol). À primeira audição parece não combinar com a personagem essa canção romântica e sentida. Essa menina tão inquiridora, tão admiradora dos Beatles, não parece mesmo ter nada a ver com uma canção adulta, que fala de distância e passagem do tempo. Seria uma escolha por afinidade do autor, Quino? Um dos marcadores da época, 1977?

 Relembro a música, como ela me tocou durante tantos anos. Como ela se inscreveu em mim como verdade, vivência. E vou ouvi-la de novo, com os olhos líquidos de saudade, na solidão destes dias sem lastro.

Não estará mesmo completamente só quem continua a questionar tudo e sempre, ainda que se esgotem as fontes de sua força?

Anúncios

Sobre Ricardo Imaeda

Um amigo. Em passagem por terras estranhas, imigrante nativo. Tem aprendido com todas as formas de vida. Gosta de cidades e montanhas, árvores e culturas. Anda por um caminho temperado pelo zen, na incerteza de cada dia. Escreve para compreender, para encontrar.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s