A espera

sala de leitura da Biblioteca Laurenziana, projeto e mobiliário de autoria de Michelangelo, no complexo de San Lorenzo em Florença, Itália, por Riccardo Imaeda

sala de leitura da Biblioteca Laurenziana, projeto e mobiliário de autoria de Michelangelo, no complexo de San Lorenzo em Florença, Itália, por Riccardo Imaeda

Vou ouvir escritores finalistas do Prêmio São Paulo de literatura na Biblioteca São Paulo. Alguns que admiro e respeito, outros que não conheço e talvez nunca venha a ler. Cada um deles com seu universo de palavras, temas e sentimentos. Na sala poucas pessoas mas com um clima de receptividade. Ainda há leitores, ainda poucos nesta época de primazia de outras linguagens. Penso nos livros que tenho lido, nos mais recentes, nas descobertas que volta e meia acabam me surpreendendo. Sei que a palavra escrita me acompanha, faz companhia quando as distâncias parecem romper o resto de vínculo com os outros todos. Mas ler não basta. E escrever está cada vez mais difícil. Uma raridade que não aspira a relíquia.

Posso esperar, será?

Sobre Ricardo Imaeda

Um amigo. Em passagem por terras estranhas, imigrante nativo. Tem aprendido com todas as formas de vida. Gosta de cidades e montanhas, árvores e culturas. Anda por um caminho temperado pelo zen, na incerteza de cada dia. Escreve para compreender, para encontrar.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s