O relógio que me falta

torre da igreja da Consolação em São Paulo, por Ricardo Imaeda

torre da igreja da Consolação em São Paulo, por Ricardo Imaeda

Por muitos anos tenho vivido sem relógio. Nos últimos tempos o telefone cumpriu o papel de marcar a passagem das horas. Menos um peso para os braços, menos mecanismos com que se preocupar. Mas havia um relógio antigo, automático, que desapareceu entre tanta coisa acumulada e esquecida nas gavetas e armários. Na procura por ele recupero carteirinhas de todas as escolas por que passei, me oferecendo uma sequência de fotos como nenhum álbum é capaz de mostrar. Um mesmo rosto ganhando densidade a cada ano; complexos de emoções que consigo decifrar agora que estou longe.

Sinto a falta de um relógio mecânico, de uma máquina de movimento eterno, impulsionada pela ação do corpo e da gravidade na Terra. Um lembrete concreto de que algumas coisas ainda existem e continuam pela intervenção da minha presença no mundo. Não um marcador da inexorabilidade, da fugacidade da vida. Não apenas objeto, funcional, estético. Mas aquele parece perdido para sempre e para a pessoa que o deixou.

Ao devolver as fotos ao escuro parecem outras figuras estranhas voltando ao seu descanso depois de se atualizarem por alguns minutos. São como os ponteiros parados: duram por restarem esquecidos.

A falta é grande. De não sei quê.

Anúncios

Sobre Ricardo Imaeda

Um amigo. Em passagem por terras estranhas, imigrante nativo. Tem aprendido com todas as formas de vida. Gosta de cidades e montanhas, árvores e culturas. Anda por um caminho temperado pelo zen, na incerteza de cada dia. Escreve para compreender, para encontrar.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s