Arquivo do autor:Ricardo Imaeda

Sobre Ricardo Imaeda

Um amigo. Em passagem por terras estranhas, imigrante nativo. Tem aprendido com todas as formas de vida. Gosta de cidades e montanhas, árvores e culturas. Anda por um caminho temperado pelo zen, na incerteza de cada dia. Escreve para compreender, para encontrar.

Uma árvore

Ando em direção à estação de metrô Clínicas mas paro e volto para ver melhor a árvore que toca minha cabeça com suas folhas pequenas e macias. É um salgueiro ou chorão e não está à beira de um rio … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Agora no Instagram

http://www.instagram.com/cidades_fotossensiveis    

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Quase despedida

Penso nas tantas vezes em que sobrevivi. Em tudo o que perdi junto aos que se foram, mesmo que não tão próximos assim. Cada parte não restante em cada parte resistindo. Sou progressivamente mais uma ficção, um personagem pouco reconhecível … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Como se houvesse depois

Tantos livros, tantas fotos e a distância de escrever. Não sei se foi um cansaço ou uma desconfiança, mas esse afastamento alonga a sensação de estar só. Como se as palavras diante de mim pudessem garantir alguma companhia. Você bem … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

As espirais

‘Não posso continuar esperando a manhã, pois nem sei de que lado ela pode chegar.’ – Menalton Braff   Antes tarde do que depois. Somente agora começo a tomar contato com a alta literatura de Menalton Braff. Que me impressiona … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

As cordas bambas de todos

[ao som de ‘Wind in wires’, de Patrick Wolf]   Em uma nublada manhã de agosto de 1974 Philippe Petit estendeu um cabo de aço no alto entre as duas torres do World Trade Center e caminhou sobre ele. Não … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Grandes esperas

Existem livros que agradeço ter vivido para poder ler e partilhar de sua riqueza. Nos últimos meses foram muitos. Alta literatura de desvelamento e reflexão sobre o estar no mundo, sentir e caminhar através das ruínas que vão se avolumando. … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário